Apresentação
II Congresso Internacional A Hidráulica em edifícios Monumentais

20 a 23 de outubro de 2021

Odivelas, Loures, Mafra, Arruda, Lisboa

De acordo com a evolução da atual situação de pandemia, o congresso poderá decorrer

 em modalidade virtual ou em modalidade mista (virtual e presencial)

O sistema hidráulico é um subsistema arquitetónico que só pode ser compreendido atendendo à constituição dual da sua estrutura: a que se situa ao nível do solo, referente à água potável (subsistema hidráulico inferior); e a que concerne às águas pluviais (subsistema hidráulico superior).

 

Ambos implicam aspetos de importância capital para o funcionamento de qualquer edifício, e que passam pela captação, distribuição e evacuação das águas. Por sua vez, todos eles condicionam a planificação, construção e conservação do edificado, bem como do seu entorno.

 

Na última década foram realizados trabalhos de investigação sobre a componente hidráulica da arquitetura histórica monumental, religiosa e civil, considerando as questões técnicas e as de caráter artístico, não só em Portugal, como também em outros países da Europa. Neste âmbito, em Portugal, o Palácio Nacional de Mafra beneficiou recentemente de uma investigação inovadora, que contou com a participação de uma equipa multidisciplinar, constituída por historiadores de arte, arqueólogos, arquitetos e engenheiros, com o objetivo de fazer o levantamento do percurso das águas, através dos subsistemas hidráulicos, desde a sua captação, até à sua distribuição e escoamento.

 

Tendo também presente os desafios ambientais que o estado atual do nosso planeta coloca, sabendo que a água é um bem essencial e partilhado por todos, julgamos ser importante e oportuno refletir, em conjunto, soluções de sustentabilidade. Consequentemente, o ARTIS – Instituto de História da Arte (FLUL), em parceria com as câmaras municipais de Arruda, Loures, Mafra e Odivelas e o Museu da Água, organizam e promovem o II Congresso Internacional "A hidráulica em edifícios monumentais".

 

O congresso irá realizar-se entre os dias 20 e 23 de outubro de 2021.

Prevê-se que as comunicações decorram durante o período da manhã, ficando as tardes reservadas para a realização de visitas orientadas aos monumentos, nomeadamente,  ao Mosteiro de São Dinis, em Odivelas, ao Palácio Nacional de Mafra, ao Palácio dos Arcebispos de Santo Antão do Tojal, em Loures, Arruda e ao Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa.

 

Está prevista a publicação de um livro de atas, a ser lançado no Mosteiro de São Dinis de Odivelas

 

Comissões

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_16b8.jpg
Organizadora

Ana Santos, CMOdivelas

 

Bárbara Bruno,  Museu da Água

 

Cristina Oliveira, CMLoures

 

Joana Varge, CMOdivelas

 

João Puga, CMLoures

Madalena C. Lima, CLEPUL-FLUL

Nelson Simões, CMOdivelas

Patrícia Alho, ARTIS-FLUL

Patrícia Monteiro, CLEPUL-FLUL

Paula Ferreira, CMArruda

Sofia C. de Matos, CMOdivelas

DSC_0620.jpg
Científica

Alexandra Gago da Câmara, ARTIS-FLUL

Ana Catarina Sousa, UNIARQ-FLUL

Carlos Alho, CITAD-FAUL

Carlos Fabião, UNIARQ-FLUL

Fernando Grilo, ARTIS-FLUL

Fernando Teigão, IGOT

Hermenegildo Fernandes, CHUL-FLUL

Jesus Acero, UNIARQ-FLUL

João Nascimento, IST

Maria João Neto, ARTIS-FLUL

Marjolaine Carles, Université des Antilles

Teresa Melo, IST

Vítor Serrão, ARTIS-FLUL

7737341.jpg
Honra

António Felgueiras, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Mafra

Carlos Pais, Director da Tapada Nacional de Mafra

Edgar Valles, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Odivelas

Mariana Castro Henriques, Director do Museu da Água

Paulo Leão, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Loures

Rute Santos, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Arruda

.

 

InstituiçãoOrganizadora

Instituições Parceiras

 
DSC_0620.jpg

Programa Provisório

20 de Outubro – Mosteiro de Odivelas (CMOdivelas), com visita ao Mosteiro de São Dinis e São Bernardo, em Odivelas

 

21 de Outubro – Palácio dos Arcebispos de Santo Antão  do Tojal (CMLoures), com visita ao Palácio do Arcebispo, Aqueduto de Loures e Chafarizes

22 de Outubro – Sala de Congressos na Tapada Nacional de Mafra (CMMafra), com visita à Tapada Nacional de Mafra – Circuito da Água

23 de Outubro – Sala de Congressos na Arruda e Museu da Água (CMArruda e Museu da Água), com visita ao Aqueduto e chafariz da Arruda e Aqueduto das Águas Livres e Mãe-de-Água (Lisboa)